Número total de visualizações de páginas

24 de janeiro de 2023

Vai_nette take X. A cama-sofá




Ocorrem-me pelo menos duas maneiras de fazer a cama e eu não percebo nada de nenhuma. Vou arranjar um colchão insuflável e pronto... ou talvez não!

Andei a inspirar-me e encontrei alguns sistemas em madeira que não me pareceram lá muito robustos e outros em ferro, cheios de articulações, molas e engrenagens que fariam corar de vergonha o resto da tecnologia da carrinha, além de me darem cabo da carteira.

Estava portanto sem saber o que fazer.

Cá por casa houve uma reorganização em camas, colchões e estrados. Nessa lavoura dei por mim a olhar para um estrado que apareceu debaixo de um dos colchões e a suspeitar que a solução poderia passar por ali.

Estes estrados são constituido por uma estrutura em tubo metálico quadrado com ripas transversais em madeira, portanto muito leves e com bom ar. Ainda por cima há no mercado umas pernas que encaixam na perfeição transformando-os numa cama.

Poderia assim ser uma solução para cama. E se eu conseguisse que ele se transformasse também em sofá?!

Ainda sem saber ainda muito bem como iria fazer tudo, decidi encomendar um destes estrados nas medidas pretendidas e comprar as tais pernas.

Sucesso. Cama já há.




Agora é preciso articular o sistema. Em teoria será simples. Três cortes transversais com respetivas dobradiças. E não é que funcionou!





No próximo episódio receita de bolo mármore ou então o desafio Tetris.

Até já


13 de dezembro de 2022

Vai_nette take IX. As cortinas em 3D

 O titulo é enganador, não lhe prestem atenção.

Quando fui à engomadoria buscar roupa, recordei-me de perguntar à senhora se, munida das medidas todas, conseguiria a partir de um par de cortinas fora de uso lá de casa, cortar e rematar umas para a carrinha. Garantiu-me que sim.

O sistema a usar seria uma bainha em baixo e no topo a ultrapassarem a dobragem por onde passariam os esticadores.

Os esticadores tendo um olhal em cada lado ficariam presos por um parafuso na chapa....

Um parafuso na chapa assim à bruta não me pareceu tão bem como isso.

Aconselhei-me de novo com o Hugo Cardoso da Opolab que desenhou e imprimiu em 3D umas anilhas bipartidas que abraçariam o olhal do esticador e onde entraria o parafuso. Deixava de haver folgas e consequentemente barulhos e ficava mais "composto". A escolha da côr é uma questão familiar :)










 Já começa a parecer uma "casinha"?
Entretanto começam a aparecer no correio algumas encomendas com peças que aguardarão pacientemente a sua vez de serem usadas. Por exemplo:

Com camara traseira para ver se não faço asneira muitas vezes

Águas limpas e sujas

Controlador do painel solar

Painel solar

Corte geral baixa tensão

Corte geral alta tensão

Carregador de bateria estacionário

Painel de controle e regulador temperatura

Candeeiro para a "mesinha de cabeceira"

Disjuntor para baixa tensão, pelo sim pelo não

Bomba água

Torneirinha

Sortido

Grande "salgalhada"

E mais uma miríade de tralhas

19 de novembro de 2022

Vai_nette VIII, acabamento de mobiliario e quartelas novas

 Envernizar é complicado. Lixar no ponto certo também. Evitar poeiras no ar quase impossivel. Portanto todo o universo se alinha para me dificultar a empreitada de dar um aspeto quase apresentavel às caixas de madeira que construí.

Para tal é incontornavel o lixar, envernizar, lixar, envernizar...

Mas vamos a isso. Afinal aquilo não é para ficar uma cozinha francesa, Chega-me uns armários com bom ar, resistentes à humidade e práticos.

Vários dias e muitas folhas de lixa depois saíu isto. Superou as minhas expetativas.






E para que percebam que fui mesmo eu, aqui vai uma imagem de perto com algumas asneiras visiveis.



Agora um de cada vez. Primeiro o armário frontal (cozinha). Instalar geleira, tanques de água, pia, torneira e cablagens. Meio está feito


O passo seguinte foi deitar ao lixo as velhas, resgadas e mal cheirosas quartelas de napa e cartão, para as substituir por algo mais confortável e bonito.

O processo de fabricação não é muito complicado. Bastou usar as velhas como molde e depois colocar um enchimento hidrófugo antes do tecido final. Ok, já percebi que o tecido estica e vou ter de voltar a agrafar alguns cantos para esticar, mas pronto.



Já que estava com tecidos à mão, a entrada lateral ganhou um tapete novo


Já me esquecia, antes de montar os forros fiz um planeamento dos pontos eletricos que creio vir a precisar e passei tubagens para facilitar a passagem dos cabos. Tipo pré-instalação :)




8 de novembro de 2022

Buracas do Casmilo

TBT Novembro de 2021

Quando um amigo teu resolve arranjar uma chinesa com nome italiano e te convida para conheceres as "Buracas" e as ruínas de Conimbriga que já não te recordavas de ver.