Número total de visualizações de página

4 de novembro de 2013

The Happy Heinkel Guy

Comigo desde os tempos da minha infância, a minha Heinkel acompanhou muitas fases da minha vida... até que a vida a depositou no fundo da garagem.
Há menos de uma década resgatei-a daquele sono forçado e descobri que ela ainda tinha muito para me dar.
Conheci sítios, relembrei momentos, fiz amigos.
E foi um desses amigos, que respondendo a um convite da minha mulher, me surpreendeu duplamente.
Por ter participado da festa do meu cinquentenário e por ter captado nesta imagem tudo o que eu e a minha Heinkel somos.
Obrigado Vasco, Ana Rita e Beatriz.


3 de novembro de 2013

1963-2013



Um aniversário é sempre um marco.
Um momento de celebração e encontro, de festa e alegria.
Alguns são marcos maiores. Pela meta que celebram ou pela companhia com quem se celebram.
Este foi um marco maior. Porque foram já muitas as velas a acender e por quem me acompanhou a apagá-las.
Pela sensação de me ver rodeado por quem gosta de mim, me compreende, desculpa e entende as falhas.
Pela simbiose de emoções que foram os últimos dias.
Aos amigos e familiares que me enviaram os seus votos, aos que para estar presente vieram de longe ou perto, à família que sempre me apoia incondicionalmente, à minha filha que continua a oferecer-me o seu sorriso e presença e à minha mulher que desde à tanto e tão bem me conhecendo consegue sempre exceder-se, surpreender-me e compreender, obrigado.
Muito obrigado.

9 de outubro de 2013

Almossassa



[V]indo […] a Medóbriga um mouro de África e vendo ali certa senhora portuguesa muito fermosa, se enamorou dela, e cometendo tratar casamento, ela lhe respondeu que, se ele levantasse ũa fortaleza no alto daquelas rochas que pareciam, se casaria com ele, parecendo-lhe cousa impossível. O mouro, vendo-se tam preso da sua galhardia e fermosura, prometeu de a fazer dentro de ũa noite. E quando ao outro dia amanheceu, as torres da fortaleza estavam parecendo. A senhora, vendo-se convencida e obrigada pela palavra, se deitou de ũa varanda abaixo e se matou, por não se ver casada com um mouro.

Já na sua oitava edição, a "Al Mossassa" é a festa que une o município português de Marvão e a espanhola cidade de Badajoz, para evocar o guerreiro Ibn-Marúan, fundador das duas localidades.
Foi no passado fim de semana e Marvão recuou no tempo até ao séc. IX, com música, teatro de rua, dança do ventre, workshops e o  “Mercado das 3 Culturas”. Com o seu centro histórico a fazer de palco principal de toda esta actividade reconstituiu-se o ambiente das vendas dessa época e deslumbrou-se o visitante com cores e aromas num espaço aberto à imaginação e à história.
Alguns momentos...









































P.S.: Continuo a não conseguir escolher poucas fotos...



Entre Espanha, encontramos a tranquila vila de Marvão, no ponto mais alto da Serra de São Mamede.
Geograficamente, Marvão é um ponto de defesa estratégico natural, marcado por encostas muito íngremes a Norte, Sul e Oeste, e com acesso a pé apenas pelo lado Este, para onde se desenvolveu a povoação.

Nestes dias realiza-se o festival islâmico onde a parte alta da Vila se transforma numa deslumbrante máquina do tempo que nos transporta para o século IX, para os tempos da sua fundação, homenageando o seu rebelde fundador Ibn Maruan, figura ímpar e visionária que mesmo a tantos séculos de distância consegue unir o que as fronteiras e história separaram.
 O “Mercado das 3 Culturas”, palco principal de toda esta actividade, reconstitui a ambiência das vendas dessa época e deslumbra como um espaço aberto à imaginação e à história. Para além de estar repleto de fabulosas recriações e animações que interagem com os visitantes. - See more at: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:l7UENzqRP_IJ:www.absolutportugal.pt/alentejo/produtos/festival-islamico-al-mossassa--em-marvao--4--5-e-6-de-outubro_1907+&cd=8&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt&client=firefox-a#sthash.dPfyVHIN.dpuf
Entre Espanha, encontramos a tranquila vila de Marvão, no ponto mais alto da Serra de São Mamede.
Geograficamente, Marvão é um ponto de defesa estratégico natural, marcado por encostas muito íngremes a Norte, Sul e Oeste, e com acesso a pé apenas pelo lado Este, para onde se desenvolveu a povoação.

Nestes dias realiza-se o festival islâmico onde a parte alta da Vila se transforma numa deslumbrante máquina do tempo que nos transporta para o século IX, para os tempos da sua fundação, homenageando o seu rebelde fundador Ibn Maruan, figura ímpar e visionária que mesmo a tantos séculos de distância consegue unir o que as fronteiras e história separaram.
 O “Mercado das 3 Culturas”, palco principal de toda esta actividade, reconstitui a ambiência das vendas dessa época e deslumbra como um espaço aberto à imaginação e à história. Para além de estar repleto de fabulosas recriações e animações que interagem com os visitantes. - See more at: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:l7UENzqRP_IJ:www.absolutportugal.pt/alentejo/produtos/festival-islamico-al-mossassa--em-marvao--4--5-e-6-de-outubro_1907+&cd=8&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt&client=firefox-a#sthash.dPfyVHIN.dpuf
Entre Espanha, encontramos a tranquila vila de Marvão, no ponto mais alto da Serra de São Mamede.
Geograficamente, Marvão é um ponto de defesa estratégico natural, marcado por encostas muito íngremes a Norte, Sul e Oeste, e com acesso a pé apenas pelo lado Este, para onde se desenvolveu a povoação.

Nestes dias realiza-se o festival islâmico onde a parte alta da Vila se transforma numa deslumbrante máquina do tempo que nos transporta para o século IX, para os tempos da sua fundação, homenageando o seu rebelde fundador Ibn Maruan, figura ímpar e visionária que mesmo a tantos séculos de distância consegue unir o que as fronteiras e história separaram.
 O “Mercado das 3 Culturas”, palco principal de toda esta actividade, reconstitui a ambiência das vendas dessa época e deslumbra como um espaço aberto à imaginação e à história. Para além de estar repleto de fabulosas recriações e animações que interagem com os visitantes. - See more at: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:l7UENzqRP_IJ:www.absolutportugal.pt/alentejo/produtos/festival-islamico-al-mossassa--em-marvao--4--5-e-6-de-outubro_1907+&cd=8&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt&client=firefox-a#sthash.dPfyVHIN.dpuf