Número total de visualizações de página

11 de agosto de 2014

4ª Festa da Moto

Chuva no inicio de Agosto não é ainda comum, mas a Festa da Moto no Porto já começa a ser.
Na sua quarta edição, foi desta vez o Edifício da Alfandega que a acolheu.
A nós e à chuva, muita.
Tanta que forçou ao adiamento do passeio das 125 para Domingo, juntando-se ao passeio para as motas "maiores".
Muitas Honda em exposição, Café-Racers quase feitas à mão e vários comerciantes de motos e acessórios.
Pela primeira vez estive em serviço, voluntário, maneira que encontrei de modestamente retribuir o trabalho que os sócios do Moto Clube do Porto todos os anos têm com o Lés a Lés, prova que é o meu passeio anual mais esperado.













































5 de agosto de 2014

122

A Lambretta voltou da Motocentral já na sexta passada, mas apenas a usei para ir à Festa da Moto.
Hoje arranjei uns minutos ao fim da tarde para experimentar a nova caixa de velocidades. Já a tinha notado mais alegre a subir de rotação, mas agora precisava saber como ela se portava em velocidades maiores. Entro na V.C.I. e começo a perceber que tinha de ter atenção para respeitar o limite de velocidade, Ponte do Freixo com a sua pequena subida e ela nem ameaça querer descer dos 90. Depois da ponte subi para os 95/100 e fiquei por aí. Logo após a saída para a A29 a estrada sobe um bocado. Entrei a 97 e cheguei ao cimo a 94. Parecia bem. Muito bem até.
 Daí até à saída para Grijó são 4/5 faixas em plano e até ligeiramente a descer em alguns pontos. Estava sem trânsito. Passei para a faixa mais à direita (fica mais perto da berma :) ) e acelerei. 98...102...105...110...122!! Mantive-a aí por uns dois minutos e depois baixei para os 90 que isto de rodas pequenas e esta velocidade pode não ser boa ideia. O meu ritmo cardíaco demorou mais a descer.
Regressei nas calmas com um sorriso estupido colado nos lábios.


1 de agosto de 2014

As cicatrizes são dela

A menina voltou hoje a casa, mesmo a tempo de me levar amanhã à Festa da Moto.
Deixou na Motocentral pó e algum lixo do carburador e trouxe uma relação de transmissão nova, embraiagem mais leve, cablagens com interior em nylon e um ou outro parafuso novo.
Manteve as cicatrizes e as tatuagens. São dela e mereceu-as.
Esta noite descansa protegida por uma "véu" bem a seu gosto....