Número total de visualizações de página

5 de agosto de 2014

122

A Lambretta voltou da Motocentral já na sexta passada, mas apenas a usei para ir à Festa da Moto.
Hoje arranjei uns minutos ao fim da tarde para experimentar a nova caixa de velocidades. Já a tinha notado mais alegre a subir de rotação, mas agora precisava saber como ela se portava em velocidades maiores. Entro na V.C.I. e começo a perceber que tinha de ter atenção para respeitar o limite de velocidade, Ponte do Freixo com a sua pequena subida e ela nem ameaça querer descer dos 90. Depois da ponte subi para os 95/100 e fiquei por aí. Logo após a saída para a A29 a estrada sobe um bocado. Entrei a 97 e cheguei ao cimo a 94. Parecia bem. Muito bem até.
 Daí até à saída para Grijó são 4/5 faixas em plano e até ligeiramente a descer em alguns pontos. Estava sem trânsito. Passei para a faixa mais à direita (fica mais perto da berma :) ) e acelerei. 98...102...105...110...122!! Mantive-a aí por uns dois minutos e depois baixei para os 90 que isto de rodas pequenas e esta velocidade pode não ser boa ideia. O meu ritmo cardíaco demorou mais a descer.
Regressei nas calmas com um sorriso estupido colado nos lábios.


6 comentários:

  1. HOLY SHIT!!! Isso está calibrado? Eu bem disse que ainda havia muito para se ver...

    Quando é que te dá jeito deixar-me dar uma voltinha? :)

    abc,

    paulo

    ResponderEliminar
  2. Paulo. Fizeste-me lembrar que durante o lés o teu test drive na Handa Nagazoza nunca chegou a acontecer :(. Logo dás a tua voltinha quando bem te apetecer.

    ResponderEliminar
  3. Esse resultado é na Transalp em 3ª :-)
    Parabéns Rui, grande Lambretta !

    Abraço,
    Vasco

    ResponderEliminar
  4. Esse velocimetro com marca de tenda de campismo é mais que duvidoso :)

    ResponderEliminar