Número total de visualizações de página

28 de março de 2016

Persistência... teimosa

Desde que comecei a passear pelos campos de bicicleta, lá para o final de 2013, que a Rota das Cebolas, ali para os lados da Silva Escura na Maia, tem sido a minha preferência para treinar nuns caminhos não muito difíceis.



No entanto há lá uma subida que nunca conseguia fazer. É pequena. São cerca de 25m com desnível de 6m, portanto cerca de 16%, em terra, sulcado por regos de água, com pedras soltas à mistura.
Desde essa altura que sempre que lá vou tento. Fico sempre a meio.. Chamava-lhe a subida impossível. Até à passada sexta-feira. Fui passear de novo para lá com o Pedro e:



Não sei se inspirado pelo espírito pascal, se porque correu bem, a verdade é que finalmente consegui.
A persistência compensou.
Fica aqui, no monte Taim
:


Agora chama-se a subida de Taim e tem este aspecto:



Os meus agradecimentos à minha bicicleta, quase toda "homemade" que se portou de novo à altura.


"Piece of cake", portanto.



Sem comentários:

Enviar um comentário