Número total de visualizações de página

23 de setembro de 2013

Scooter Parade, the after party

O dinamismo dos eventos realizados à volta das Scooters tem permitido que ultimamente se recuperem ou criem actividades que fogem do tradicional encontro para almoçar depois de um passeio pela localidade.
Exemplos disso foram os meus dois últimos fins de semana.
Se a 14 de Setembro o Vespa Clube de Lisboa nos brindou com a recuperação das provas de regularidade em Vespa, evento que voltou a promover após um interregno que se prolongava já desde os anos sessenta, ontem experimentei um evento que se distingue principalmente por não ter sido preparado por scooteristas para scooteristas, apesar de ter contado com a participação e ajuda de alguns dos maiores clubes e fóruns do meio, a par com a colaboração de scooteristas recém-chegados.
O Scooter Parade, criteriosamente organizado por pessoas com larga experiência na organização de eventos mais generalistas, soube agregar num só momento os interesses de Vespistas, Lambrettistas ou Heinkelistas, com os dos scooteristas de "nova geração", ou seja, pessoas que vêem nas Scooters um prático, económico e divertido meio de transporte, sobretudo citadino. Não as usam (ainda) por paixão, mas por praticabilidade e para a maior parte, este foi o primeiro encontro à volta deste interesse comum. Mas não se iludam, apesar de terem descoberto este veículo à relativamente pouco tempo, muitos fazem dele o seu veículo principal, todos os dias, faça chuva ou sol! Ou seja, por vezes mais do que alguns de nós que os têm apenas por hobby!
Por tudo isto, o lugar eleito foi o ideal. Cidade do Porto, no Queimódromo, a escassos metros da praia, com a meteorologia a brindar-nos com um mágnifico sábado de Verão.
Nem o chamamento da areia morna mesmo ali ao lado tentou os participantes, que escolheram admirar as máquinas, centenas delas, que lá estavam, participando num passeio que de forma ordeira e regular percorreu algumas das artérias principais desta metrópole. O imenso cortejo rivalizava em superioridade com outras manifestações sociais e desportivas que decorriam simultâneamente, animado com a cobertura televisiva que enchia de orgulho os participantes. E que eram de todos os tipos, gerações, gostos e cores. Veteranos e novatos, curiosos e utilizadores regulares.
A tarde foi preenchida com Test-Drives a scooters eléctricas, aulas de condução, exposições, provas de (pouca) velocidade e testes de destreza.
Com a "Comida de Rua" a manter-nos alimentados e hidratados, este foi um espaço de convivência, descontracção e boa disposição, rematado com a entrega dos prémios das provas e anúncio da scooter eleita como a mais bonita e original, uma linda PCX magnificamente decorada.
Foi um evento simpático que quem sabe, até poderia de futuro ser agregado com eventos mais tradicionais do meio, sendo que se complementariam na perfeição.


















































1 comentário:

  1. Foi sem dúvida um dia muito divertido!!! Os meus parabéns aos organizadores!!!!!! Obrigada ao Nuno Castro pela simpatia e ao fotógrafo de serviço!

    ResponderEliminar